A ligação entre outubro rosa e gestação está relacionada diretamente a uma alternativa para mulheres com câncer, que desejam engravidar. Por meio do congelamento de óvulos, é possível manter a fertilidade da mulher, para que posteriormente seja possível realizar técnicas de fertilização.

Isso aumenta as chances da paciente se tornar mãe, depois de ter vencido o quadro de câncer. Por isso, continue lendo esse post e entenda melhor a relação entre o outubro rosa e gestação. Confira!!!

Conscientização Outubro rosa e gestação: como o congelamento pode ajudar

A conscientiza sobre o outubro rosa e gestação é importante em dois aspectos. O primeiro deles é em relação ao autoexame, para que as mulheres com câncer consigam identificar o distúrbio ainda em fase inicial.

Já o segundo, é sobre a possibilidade de quem já passou por esse tipo de doença, engravidar. Muitas mulheres acreditam que por conta da doença, o sonho de ser mãe se torna impossível.

Isso porque, os tratamentos para câncer, como a quimioterapia e radioterapia são extremamente agressivos. Além de acabarem com o tumor, eles também acabam prejudicando a fertilidade da mulher, diminuindo a produção de óvulos, bem como acelerando o processo de menopausa.

Mas, com os avanços tecnológicos, hoje é possível garantir a fertilidade da paciente, por meio do congelamento dos óvulos.

Assim que a mulher é diagnóstica com a doença, antes do início dos tratamentos, um especialista em reprodução assistida coleta vários óvulos saudáveis e os congela. Em seguida, é feito todo o processo de tratamento para acabar com o tumor.

Uma vez que a paciente está totalmente livre do distúrbio, os óvulos são descongelados e fertilizados em laboratório. Depois, os embriões são colocados no útero da mulher.

Dessa forma, é possível aumentar em 50% as chances da paciente que venceu o câncer, de engravidar. De maneira geral, esse processo deve ser realizado pelo menos 5 anos depois da doença ter sido vencida.

Autoexame e mamografia são fundamentais

Quando se fala em outubro rosa e gestação, é muito importante destacar a relevância do autoexame e da mamografia. Isso porque, por meio desses exames é possível verificar a doença ainda em estágios iniciais.

O diagnóstico precoce é um dos fatores fundamentais para garantir o sucesso dos tratamentos de câncer. Quanto antes o distúrbio for descoberto, mais chance a paciente terá de conseguir tratar do tumor prejudicando o menos possível o seu corpo.

Em alguns casos, quando o tumor ainda é descoberto no começo, não é necessária a realização da cirurgia de retirada de parte dos seios. É possível, em alguns casos, usar apenas medicamentos, ou processos como a radioterapia.

Além disso, quanto antes a doença é descoberta, mais chances de preservar os óvulos saudáveis a mulher terá. Por conta disso que é tão importante realizar os exames periodicamente.

A conscientização sobre outubro rosa e gestação é essencial para que mais mulheres consigam realizar o sonho de serem mães. Quem tem o diagnóstico de câncer deve procurar um especialista em reprodução assistida, para saber mais sobre como o congelamento de óvulos pode garantir a fertilidade.

cancer de mama gestacionalgravidez apos cancer de mama