O sexo na gravidez ainda é um tabu para muitos casais. Existe um mito entorno das relações sexuais durante a gestação, algumas pessoas acreditam que isso pode prejudicar o bebê de alguma forma.

De maneira geral, elas não são um problema. Pelo contrário, podem ajudar a gestante a aliviar a ansiedade causada pelo excesso de hormônios, e ainda aumentar as chances de parto normal, uma vez que o canal vaginal é estimulado.

Contudo, existem alguns casos onde o sexo durante gravidez não é recomendado. Confira!

Quando o sexo na gravidez não é recomendado?

Apenas o obstetra poderá dizer quando o sexo na gravidez não é recomendando. Geralmente esse tipo de recomendação é feita quando a gestação é de risco, quando a sangramentos durante ela ou placenta prévia.

Dúvidas comuns sobre o sexo na gravidez

Abaixo separamos algumas das dúvidas mais comuns em relação ao sexo durante a gravidez. Confira.

As relações sexuais durante a gestação podem afetar o bebê?

Não, de nenhuma forma as relações sexuais podem prejudicar o bebê durante a gestação. Além dele estar totalmente protegido pela placenta e músculos do útero, a gestante tem uma espécie de tampão mucoso bem no colo do útero.

Ele impede que qualquer tipo de objeto e até mesmo microrganismo, entre em contato com a placenta.

O bebê começou a se mexer na barriga depois do sexo, isso é um sinal ruim?

Não, na verdade isso é normal, uma vez que durante as relações sexuais o ritmo cardíaco da gestante aumenta, bem como os estímulos dos músculos do útero. Logo, ele acaba ficando mais agitado.

O uso da camisinha é necessário?

Sim. Apesar da gravidez, a gestante continua suscetível a doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, é importante usar a     Camisinha.    mesmo durante a gestação.

Existe alguma posição que deve ser evitada?

As posições onde a gestante fica de barriga para baixo devem ser evitadas, uma vez que há uma grande pressão sobre a placenta. O ideal são posições onde ela fique com a barriga totalmente livre de qualquer peso.

Até quando o sexo na gravidez é liberado?

Se não há qualquer tipo de contraindicação do obstetra, o sexo na gravidez está liberado até o último mês de gestação. Inclusive, as relações sexuais são ótimas nas últimas semanas, para estimular a dilatação.

Conclusão

O sexo na gravidez na grande maioria das vezes não oferece qualquer risco, salvo casos específicos já citados. Mas, é importante que o casal converse com o assunto e esteja plenamente confortável com a prática.

Por conta das mudanças hormonais e corporais, muitas mulheres acabam perdendo a libido, ou se sentindo desconfortáveis com esse tipo de situação. Já outras, por conta do aumento drástico de hormônios, acabam tendo um desejo sexual muito maior.

Logo, o ideal é que o casal sente e converse sem qualquer tipo de tabu sobre o assunto. E sempre que tiver algum receio, o ideal é procurar o obstetra para receber as orientações necessárias.

Tem mais alguma dúvida sobre o sexo na gravidez? Então aproveite para deixa-la nos comentários.

depressão pós-partomemoria na gravidez