Se tornar mãe é o sonho da grande maioria das mulheres. Contudo, muitas acabam decidindo adiar a realização dele. Para isso, várias pacientes utilizam o congelamento de óvulos.

Esse procedimento tem se tornado cada vez mais popular no Brasil. Isso porque, por meio dele, a mulher pode preservar a sua fertilidade, garantindo, assim, que um dia o sonho de ser mãe possa ser realizado.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue lendo esse post e descubra:

  • Como funciona o congelamento de óvulos;
  • Qual é o melhor período para fazer esse tipo de procedimento;
  • De que forma os óvulos congelados podem ser utilizados;
  • E muito mais.

Confira!

Como funciona o congelamento de óvulos?

Apesar de ser uma tendência, muita gente ainda não sabe como funciona o congelamento de óvulos. Existem vários métodos para preservá-los. No entanto, a mais utilizada atualmente é a vitrificação.

Ela é extremamente eficaz, pois possui uma taxa de sobrevivência de 95% depois do descongelamento. Um dos grandes diferenciais é que ela evita a formação de cristais de gelo.

Isso é possível graças a velocidade com que o processo é realizado. Enquanto o convencional pode demorar até 180 minutos, a vitrificação leva apenas alguns segundos.

Por conta disso ela tem se tornado cada vez mais popular.

Qual a melhor época para fazer o congelamento de óvulos?

Tenha em mente que as chances de fecundação dos óvulos descongelados serão iguais da época de congelamento. Ou seja, se você fez o processo com 35 anos de idade, a taxa de sucesso é de 60%.

Por conta disso, o ideal é que você faça o congelamento de óvulos o quanto antes. Dessa maneira, as chances de sucesso serão maiores.

Como os óvulos congelados podem ser utilizados?

Os óvulos congelados podem ser usados de várias maneiras para aumentar as chances da paciente de engravidas. Veja abaixo as possibilidades:

  • É usado como forma de preservação de fertilidade de mulheres que precisam passar por processos cirúrgicos ou tratamentos agressivos, tais como: retirada dos ovários, radioterapia ou quimioterapia;
  • Você pode participar de programas de doação compartilhada de óvulos;
  • Postergação da maternidade;

O congelamento de óvulos é extremamente útil. Isso porque, ele pode preservar a fertilidade da mulher, mesmo caso ocorram imprevistos. Além disso, essa é uma das maneiras mais eficazes de ter uma gravidez após os 40 anos de idade.

Por que as mulheres têm escolhido engravidar mais tarde?

Cada vez mais mulheres tem adiado a gravidez. Segundo pesquisas, essa tendência está aumentando por conta da mudança de pensamento da sociedade de modo geral.

Hoje, grande parte das mulheres tem optado pelo congelamento de óvulos por desejarem mais estabilidade, tanto na carreira quanto na vida pessoal. Como o envelhecimento é eminente, e com ele a diminuição das chances de engravidar, várias optam pelo procedimento.

Dessa maneira, é possível preservar a fertilidade por mais tempo, e de forma mais efetiva. Assim, as pacientes podem entrar nessa nova fase de suas vidas, quando se sentirem mais seguras.

O congelamento de óvulos é um procedimento cada vez mais comum. Se você também deseja realizar esse procedimento, fale com um médico especializado. Ele te dará todas as orientações necessárias para a realização do processo.

fivfertilidade