4 Etapas de planejamento para a chegada de um bebê

Planejar a chegada de um bebê é algo complexo e único na vida de um casal. Quando um dos dois apresenta alguma dificuldade para engravidar, a ansiedade e a expectativa são sentimentos ainda mais aflorados neste momento. Mas como lidar com as tentativas, o planejamento e a vontade de engravidar? A equipe do Clínica Mãe separou 4 etapas que todo casal precisa fazer antes da chegada de um bebê!

1. Pesquisar sobre assunto e não deixar a ansiedade tomar conta

Quando o casal quer ter filhos e as tentativas são falhas é inevitável bater aquele desânimo em algum momento. Por mais difícil que seja a situação, é importante que o casal saiba que a infertilidade atinge pelo menos um a cada 5 casais como aponta a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Isso quer dizer que pelo menos 60 milhões de pessoas no mundo inteiro passam por isso. Pesquisar sobre o assunto e controlar a ansiedade é uma coisa que pode ajudar o casal a entender o porquê isso acontece (para a OMS há 22 causas possíveis), e quais são os tratamentos e alternativas? Conversar com um especialista ou buscar uma clínica como a Mãe é essencial, afinal, o casal precisa de apoio, autoconhecimento, respeito e segurança nesta fase.

2. Ter compreensão e empatia

Pensar em gravidez e planejar a chegada de um bebê requer maturidade, preparo financeiro, psicológico além de uma série de fatores. Se o casal está em tratamento, a compreensão e empatia entre os dois é fundamental para que as coisas continuem caminhando. Nessas horas, não culpar o outro, apoiar o parceiro (a), seguir as orientações médicas e continuar firme com o propósito de ter um bebê é fundamental para o bom andamento do tratamento e do próprio relacionamento do casal.

3. Não dar ouvidos para tudo, esclarecer mitos e verdades

Em um mundo cheio de informações rápidas e na palma da mão, fica difícil filtrar o que é verdade ou mito e até checar o que as pessoas reproduzem sobre algum assunto. Se tratando de um tema como este, é importante que o casal exercite o filtro, o autocontrole e a seleção do que pesquisa ou ouve de conhecidos. Falar com o especialista que está a par da situação, esclarecer e checar informações e compreender que cada caso é um caso e cada casal tem suas particularidades é essencial. Não dar ouvidos para tudo, esclarecer mitos e verdades é um mantra que todo casal deve seguir nesta fase. Além de evitar o desgaste, os dois também cuidam da saúde emocional e das expectativas, pois informações erradas e conselhos infundados causam impactos negativos.

4. Cultivar a parceria, o amor e a cumplicidade

Dizem que quando o amor não cabe mais em duas pessoas nasce uma terceira. Se essa hora ainda não chegou, todo casal precisa fazer é cultivar a parceria, o amor e a cumplicidade. Planejar a chegada de um bebê é um processo e exige um acompanhamento exclusivo até para entender quais são os tratamentos e ações mais indicadas para cada casal. Participar de tudo isso com amor, carinho, união, respirar fundo e mentalizar que tudo vai dar certo são fundamentais. Essa dica é uma boa forma de deixar as coisas acontecerem e todo casal precisa fazer antes da chegada de um bebê!

fertilização in vitromae