1) Qual é a importância da prática de atividades físicas durante a gestação, antes do parto? De que forma ajuda a mulher na gravidez?

A atividade física é fundamental para a gestante. Ajuda a manter o bem estar físico e mental durante a gestação, diminuindo estresse, favorecendo o ganho adequado de peso no pré natal, o que diminui a incidência de doenças da gestação, alem de fortalecer a musculatura e propiciar alongamento e relaxamento tão necessários para a adaptação da coluna as modificações geradas pelo aumento do volume abdominal.

2) O que a futura mamãe deve fazer antes de iniciar qualquer exercício físico?

Procurar seu obstetra para avaliar sua saúde em geral: pressão, peso, lesões articulares ou musculares prévias à gestação e estados de anemia.

3) Qual é o nível de intensidade que devem ter os exercícios físicos? Variam de mulher para mulher? Favor explicar.

Gestantes previamente ativas: manutenção de exercícios aeróbios
em intensidade moderada por 30 minutos, 3 a 4 vezes semana;

Gestantes Atletas: manutenção de atividade moderada e até de alta intensidade desde que com acompanhamento de técnico e obstetra;

Gestantes previamente sedentárias: iniciar exercícios leves 15 a 20 minutos 3 vezes por semana e aumente progressivamente até atingir a intensidade moderada por 30 minutos, 3 a 4 vezes semana;

• Manter frequência cardíaca abaixo de 140 bpm para evitar diminuição de fluxo sanguíneo para placenta e feto.

3) Quais são os cuidados que as grávidas devem ter durante os exercícios físicos? Exemplo: cuidados com roupas, hidratação etc.

A gestante pode responder agudamente aos graus de desidratação e às variações da taxa de açúcar no sangue que ocorrem no dia a dia e que são exacerbadas durante o exercício, além de terem tendência à queda de pressão. Usar roupas frescas, que permitam a transpiração; hidratar-se antes , durante e após a atividade física e alimentar-se com frutas ou petiscos leves antes e após o exercício favorecerão os benefícios do exercício na gestação.

4) Quais são os benefícios da ginástica para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto? Favor explicar.

5) Quais são os benefícios do alongamento para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto? Favor explicar.

O alongamento permite o relaxamento tão importante para os músculos sobrecarregados pelo aumento do peso que advém da gravidez e desta forma minimiza dores, principalmente lombares e pélvicas. Permite a manutenção da flexibilidade que evita acidentes e mantém a mulher com todas as suas funções plenamente ativas. Para o momento do parto a flexibilidade e o conhecimento sobre técnicas de relaxamento ajudarão tanto durante o trabalho de parto como no posicionamento no momento do parto, facilitando a abertura da pelve para a passagem do bebê.

7) Quais são os benefícios da caminhada para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto?

A caminhada tem baixo impacto e portanto pode ser praticada em qualquer fase da gravidez, do início a momentos antes do parto. A caminhada é versátil já que a gestante pode controlar sua frequência cardíaca e adequar a intensidade da caminhada a sua necessidade e idade gestacional. Pode ser praticada em qualquer ambiente ou momento e necessita de pouco equipamento para sua prática, apenas um par de tênis com bom sistema de amortecimento será fundamental para evitar lesões articulares e musculares. A caminhada trabalha a musculatura de membros inferiores e também da pelve feminina e ajuda na circulação.

8) Quais são os benefícios da hidroginástica para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto?

Exatamente os mesmos da caminhada com a vantagem de ter um impacto ainda menor sobre as aticulações, menores riscos de torções e lesões osteo-articulares além de promover o alongamento e o relaxamento muscular no mesmo momento do fortalecimento muscular.

9) Quais são os benefícios da natação para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto?

Exatamente os mesmos hidroginática .

10) Quais são os benefícios da ioga para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto?

11) Quais são os benefícios do pilates para a mulher grávida? O que o exercício proporciona/trabalha na mulher? De que forma pode contribuir para o parto?

Tanto a yoga como o pilates geram fortalecimento muscular associado a alongamento, além do aumento da propriocepção que é o reconhecimento e controle das sensações do corpo e movimentos musculares. Ambos podem ser especificos para a região pélvica e adequados à gestação visando facilitar o parto vaginal e prevenir incontinências urinárias. È necessária a adequação dos exercícios a gestação.

12) Indicaria mais algum exercício físico que contribua para o parto? Qual? Favor explicar seus benefícios para a saúde da mulher grávida.

Qualquer exercício de baixo impacto pode ser praticado pela gestante.

13) Após o parto, é recomendável que a mulher mantenha os exercícios físicos? Após quanto tempo ela está liberada para tal, considerando os diferentes tipos de parto?

Sim, em geral de 30 a 45 dias após o parto a mulher pode retomar sua atividade física normalmente, mesmo após o parto cesárea. Durante a amamentação cuidado especial com a hidratação deverá ser tomada para manter o volume do aleitamento.

14) Qualquer gestante pode praticar exercícios físicos? De que forma a prática de exercícios pode ser perigosa para algumas mulheres? O que pode causar?

Quase todas as gestantes poderão praticar exercícios físicos, basta que sigam orientação individualizada de modalidade e intensidade e mantenham o acompanhamento pré natal em dia.
Contra-indicações absolutas
Doença miocárdica descompensada
Insuficiência cardíaca congestiva
Tromboflebite
Embolia pulmonar recente
Doença infecciosa aguda
Risco de parto prematuro
Sangramento uterino
Isoimunização grave
Doença hipertensiva descompensada
Suspeita de estresse fetal
Paciente sem acompanhamento pré-natal

gravidezgravidez