O que é a FIV (Fertilização in vitro)?

A FIV (fertilização in vitro) é a técnica de reprodução assistida que consiste na fertilização do óvulo pelo espermatozoide em laboratório, dando origem a embriões que serão transferidos, posteriormente, para o útero da mulher.

Se você está buscando uma avaliação para decidir se este é o procedimento ideal para você, agende uma consulta médica clicando no botão ao seu lado direito.

O tratamento de FIV (fertilização in vitro) consiste em etapas bem definidas: Indução da ovulação, Coleta de óvulos e espermatozoides, Fertilização em laboratório e Transferência dos embriões para o útero.

Etapas da FIV (fertilização in vitro)

1- Indução da ovulação

Consiste na administração de hormônios, geralmente de aplicação subcutânea (gordurinhas), para estimular uma maior produção de óvulos para serem fertilizados. Esta etapa dura em média de 9 a 12 dias, sendo que neste período a paciente precisa realizar monitoramento do crescimento dos folículos (que contém os óvulos) por ultrassom transvaginal e eventualmente exames de sangue. Assim que a maioria dos folículos atingirem um volume médio, uma última medicação é aplicada: o HCG (hormônio exclusivo da gravidez), para maturação final dos óvulos e coleta dos mesmos dentro de 34 a 36 horas.

2- Coleta de óvulos e espermatozoides

O procedimento de coleta de óvulos inicia após a anestesia. Guiada por ultrassom transvaginal aspiram-se os óvulos através de uma agulha acoplada ao tubo de ensaio. Ela funciona como um mecanismo de sucção que aspiram os óvulos e os entrega imediatamente ao embriologista que irá avaliá-los e fertilizá-los a seguir.

A coleta de espermatozoides geralmente ocorre no mesmo dia da coleta de óvulos, sendo o procedimento por masturbação (semelhante ao exame de espermograma). Em casos específicos a coleta de espermatozoides pode também ser realizada através de procedimentos cirúrgicos de acordo com a indicação médica.

3- Fertilização dos gametas em laboratório

Após a coleta dos gametas, óvulos e espermatozoides, os mesmos são então fertilizados para formar os embriões. A fertilização pode ser realizada por duas técnicas, FIV convencional ou ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozoides). Na FIV clássica os óvulos são colocados juntos com os espermatozoides para que estes penetrem a membra dos óvulos espontaneamente. Já na ICSI os espermatozoides são injetados pelos embriologistas dentro dos óvulos com a ajuda de microscópio.

4- Transferência embrionária

Após a fertilização, os embriões se desenvolvem em laboratório dentro de 3 a 5 dias. A transferência embrionária é um procedimento geralmente indolor, realizado com um cateter que leva o embrião para dentro da cavidade uterina (endométrio) e guiado por ultrassom abdominal. Dentro de 10 a 12 dias da transferência, o exame de gravidez (β-hCG quantitativo) é realizado no sangue.

Consulte um médico

Para mais informações e para avaliar se esse é o tratamento mais indicado para você, agende uma consulta médica clicando no botão abaixo.

Conheça outras

Especialidades

Conheça um pouco mais sobre todas as especialidades que você encontra na Clínica Mãe. Aproveite e tire suas dúvidas, mas lembre-se que é importante a avaliação de um profissional para o diagnóstico correto de cada caso.

Start typing and press Enter to search

inseminacao artificialembrionaria